REPÓRTER

REPÓRTER
Marcelo Santos

quarta-feira, 26 de abril de 2017

ATUALIZAÇÃO

A Secretaria de Assistência Social (SAS) do município de Itabuna está convocando os beneficiários dos Programas Sociais do Governo Federal para atualização das informações declaradas ao Cadastro Único (CadÚnico). No município, cerca de 9,5 mil famílias deverão passar por este procedimento, que consiste num mecanismo de controle da qualidade do cadastro, que reúne informações de mais de 27 milhões famílias em todo Brasil. O prazo para realizar a atualização será informado às famílias por meio de mensagem no extrato de pagamento do benefício e mesmo que não tenha ocorrido qualquer alteração, como mudança de endereço, renda, escola dos filhos ou composição familiar, as famílias precisam atualizar ou confirmar os dados a cada dois anos para continuar recebendo o benefício. Para atualizar os dados, as famílias devem comparecer ao setor de atendimento do Bolsa Família mais próximo de sua residência munidos de RG, CPF, CTPS, Título de Eleitor (de todos os moradores da sua casa no caso de crianças, o comprovante de matrícula da escola) e Conta de Luz. Os locais de atendimento em nossa cidade são: CRAS I - no bairro Jardim Grapiuna (das 08h as16h); CRAS II - no bairro Nova Ferradas(das 08 as 12 - 13 as 16h); CRAS CEU - no bairro Urbis IV (das 08h as16h); e SAS - no bairro Jardim Vitória (das 08 as 14h).

ESTRATÉGIAS



Uma viagem do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), esta quinta-feira, a Vitória da Conquista, inaugura uma série de visitas de “caráter cirúrgico” a municípios estratégicos do interior dentro de um plano que sua articulação política preparou tendo em vista a sucessão estadual de 2018.Neto deve ir a muitas outras cidades sempre, no entanto, sob o carimbo de agenda administrativa para não caracterizar desde já que está em campanha para suceder o governador Rui Costa (PT). A iniciativa se junta a algumas outras com o mesmo objetivo.Estão entre elas a decisão do prefeito de reservar um espaço na agenda para receber, em Salvador, prefeitos e vereadores do interior, além de montar um grupo de trabalho com o objetivo de discutir os problemas do Estado, com participação de gente tanto de fora quanto de dentro do governo.“Vamos analisar em profundidade o que está bem e o que não está no Estado. E, à primeira vista, o quadro parece extremamente favorável a um projeto de oposição”, diz membro do grupo do prefeito que também se dedica à nova agenda política do prefeito.

terça-feira, 25 de abril de 2017

TODO VAPOR

Lixeira é um item que geralmente passa despercebido, mas que agora está ganhando uma nova roupagem através do Projeto de Requalificação e Humanização da Cidade, realizado por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Itabuna, CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e a Brasilplaq – empresa de sinalização com forte atuação na Bahia.
De acordo com o secretário de Administração do município, Dinailson Oliveira, a proposta através deste trabalho conjunto é instalar em toda a cidade lixeiras decorativas. “Neste primeiro momento estão sendo disponibilizadas em áreas de grande circulação de pessoas, e a nossa meta, já que o município é responsável pela parte logística, é entregar à comunidade todos os equipamentos instalados no dia 28 de Julho, durante as comemorações do aniversário de Itabuna”, informa.
O secretário revela ainda que paralelo a este trabalho com a CDL e Brasilplaq, a Prefeitura entregará outra remessa de 50 lixeiras em parceria com a Biosanear Soluções Ambientais. “A região central e o bairro São Caetano serão contemplados neste primeiro momento porque identificamos uma grande carência de lixeiras nestas áreas”, completa o coordenador de Operações da Biosanear, Júnior Miranda.
Lixeiras e Sinalizações

O presidente da CDL, Jorge Braga, destaca a importância de um projeto como este que contribui de forma efetiva para a manutenção da limpeza do município. “Uma cidade suja influência de forma negativa em todos os aspectos do seu cotidiano, inclusive no comércio, e através desta parceria em que a Brasilplaq está entrando com os recursos, estamos contribuindo para conscientizar os cidadãos a usarem a lixeira de forma adequada”.

Ele finaliza citando que além das lixeiras também estão sendo instaladas placas de sinalização das vias públicas. “Aproveito para agradecer também ao secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, John Nascimento, pela sensibilidade em relação ao assunto”, salienta lembrando que muitos itabunenses desconhecem os nomes de muitas ruas da própria cidade.

GEDEL TAMBÉM NA LISTA


Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) recebeu R$ 3,6 milhões da Odebrecht entre 2007 e 2010, por ajudar a empreiteira com a liberação de recursos quando esteve à frente da Integração Nacional, segundo o delator João Pacífico.
Em depoimento, o ex-executivo da empresa afirmou que o repasse consta no sistema Drousys – criado pela Odebrecht para operar propina, de acordo com o Ministério Público. O peemedebista era conhecido pelo codinome Babel.
Conforme Pacífico, a contrapartida foi paga após Geddel auxiliar a companhia com faturas não pagas pela prefeitura de Salvador e uma descontinuidade em relação ao fluxo de recursos para a execução de obras do Transporte Moderno de Salvador II (TMS II) – projeto que remonta ao final dos anos 1980.
A negociação com Geddel foi intermediada por Cláudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht, com quem o peemedebista tinha uma relação mais próxima. “Parte desses recursos era do Ministério da Integração. Pedi a Cláudio que falasse com Geddel, já que o prefeito [João Henrique] era do partido dele, para que houvesse uma regularidade no fluxo de recursos, Cláudio esteve com o ministro e a partir daí houve uma melhora”, relatou Pacífico.

EX PREFEITO INELEGIVEL

Uma decisão do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE), publicada no Diário Oficial do Estado da última semana, pôs por terra as pretensões políticas do ex-prefeito de Macarani, Armando Porto, deixando-o inelegível por 8 anos. Por conta de uma decisão anterior do próprio TCE, que já havia rejeitado a prestação de contas relativa à construção do Ginásio de Esportes da cidade, com recursos do Governo do Estado, Armando ingressou com novo recurso pedindo a reconsideração do primeiro julgamento, mas a decisão do Pleno do TCE foi desfavorável, e a sua prestação de contas foi rejeitada por unanimidade, em caráter definitivo.

COMBATE



A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia - Amurc, em parceria com o Território Litoral Sul e a Câmara Temática de Mulheres reuniu entidades representativas de Itabuna e de municípios da região na última quinta-feira, 20, em um encontro com a Major Denice Santiago dos Santos, que apresentou as ações para a implantação da Ronda Maria da Penha, que deverá acontecer nos próximos meses, em Itabuna.O aparelho de proteção às mulheres vítimas de violência com medida protetiva foi um compromisso firmado pelo governador da Bahia, Rui Costa, durante uma visita, no mês passado ao município de Itabuna, na reunião do Pacto pela Vida. A Ronda já funciona na capital baiana e nas cidades de Juazeiro, Paulo Afonso e Feira de Santana.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

CRÍTICAS

Foto: Agência Brasil

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), representante da Igreja Católica, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Conselho Federal de Economia (Cofecon) publicaram nesta quarta-feira (19) uma nota conjunta na qual criticam a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer (PMDB) e pedem a realização de uma auditoria nas contas da Previdência Social.
Conforme as entidades “sem números seguros e sem a compreensão clara da gestão da Previdência, torna-se impossível uma discussão objetiva e honesta” sobre as mudanças no sistema.
Ainda na nota, as entidades criticam a falta de discussão do tema e a velocidade com o qual o governo tenta aprová-lo no Congresso. “A reforma da Previdência não pode ser aprovada apressadamente, nem pode colocar os interesses do mercado financeiro e as razões de ordem econômica na frente acima das necessidades da população. Os valores ético-sociais e solidários são imprescindíveis na busca de solução para a Previdência”, diz o texto.
O governo, por sua vez, nega que a reforma da Previdência vá prejudicar a população mais pobre. Na última terça-feira (18), Temer afirmou que esse é um argumento “mentiroso.
Leia a nota na íntegra:
“POR UMA PREVIDÊNCIA SOCIAL JUSTA E ÉTICA
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, a Ordem dos Advogados do Brasil-OAB e o Conselho Federal de Economia-COFECON, conscientes da importância da Previdência Social para o povo brasileiro, e preocupados com a proposta de reforma encaminhada pelo Executivo ao Congresso Nacional, vêm, conjuntamente, reiterar sua posição sobre a Reforma da Previdência-PEC 287/2016.
Nenhuma reforma que afete direitos básicos da população pode ser formulada, sem a devida discussão com o conjunto da sociedade e suas organizações. A Reforma da Previdência não pode ser aprovada apressadamente, nem pode colocar os interesses do mercado financeiro e as razões de ordem econômica acima das necessidades da população. Os valores ético-sociais e solidários são imprescindíveis na busca de solução para a Previdência.
As mudanças nas regras da Seguridade Social devem garantir a proteção aos vulneráveis, idosos, titulares do Benefício de Prestação Continuada-BPC, enfermos, acidentados, trabalhadores de baixa renda e trabalhadores rurais. Atenção especial merecem as mulheres, particularmente na proteção à maternidade.
Sem números seguros e sem a compreensão clara da gestão da Previdência, torna-se impossível uma discussão objetiva e honesta, motivo pelo qual urge uma auditoria na Previdência Social. Não é correto, para justificar a proposta, comparar a situação do Brasil com a dos países ricos, pois existem diferenças profundas em termos de expectativa de vida, níveis de formalização do mercado de trabalho, de escolaridade e de salários. No Brasil, 2/3 dos aposentados e pensionistas recebem o benefício mínimo, ou seja, um salário mínimo e 52% não conseguem completar 25 anos de contribuição.
A PEC 287 vai na direção oposta à necessária retomada do crescimento econômico e da geração de empregos, na medida em que agrava a desigualdade social e provoca forte impacto negativo nas economias dos milhares de pequenos municípios do Brasil.
É necessário que a sociedade brasileira esteja atenta às ameaças de retrocesso. A ampla mobilização contra a retirada de direitos, arduamente conquistados, perceptível nas últimas manifestações, tem forçado o governo a adotar mudanças. Possíveis ajustes necessitam de debate com a sociedade para eliminar o caráter reducionista de direitos.
As entidades infra firmadas convidam seus membros e as organizações da sociedade civil ao amplo debate sobre a Reforma da Previdência e sobre quaisquer outras que visem alterar direitos conquistados, como a Reforma Trabalhista. Uma sociedade justa e fraterna se fortalece, a partir do cumprimento do dever cívico de cada cidadão, em busca do aperfeiçoamento das instituições democráticas.”

sexta-feira, 21 de abril de 2017

OPOSIÇÃO DEVE APRESENTAR RECURSO

Foto: Divulgação

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) definiu que só acionará a Justiça para questionar o arquivamento da CPI do Centro de Convenções após tentar reverter a situação junto à Mesa Diretora da Casa.
Um recurso à Mesa deve ser apresentado já na próxima segunda-feira (24), segundo o deputado Luciano Ribeiro (DEM).
Na última terça-feira (18), ao não conseguir ficar com a presidência ou a relatoria do colegiado – já que a bancada de governo queria os dois postos – os oposicionistas adotaram a estratégia de retirar as indicações feitas para a comissão.
Logo em seguida, os governistas também retiraram os seus integrantes da CPI, o que levou o presidente da AL-BA, Ângelo Coronel (PSD), a decretar o arquivamento do colegiado.
A decisão de Coronel, porém, foi equivocada, do ponto de vista de Ribeiro. “A gente está preparando um recurso interno para questionar o arquivamento. Na nossa visão, a gente tirou os nomes da composição, mas não as assinaturas da criação. […] Ele [Coronel] teria que dar oportunidade para indicar outros nomes”, disse o democrata.
Para o parlamentar, só será possível questionar o arquivamento da comissão – e o direito da oposição de garantir a presidência ou a relatoria – caso a Mesa indefira o recurso a ser apresentado.

EX GOVERNADOR FALA QUE PREFEITO É IMATURO

Foto: Josemar Pereira/ Ag. Haack/ bahia.ba

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), negou ter avaliado que a investigação contra o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), atrapalhe os seus planos de disputar o governo do Estado em 2018. Nesta quinta-feira (20), o democrata questionou “qual a moral” que o adversário teria para tratar do assunto.
Por meio de nota, o ex-governador disse ainda que Neto “parece estar nervoso”. “Fique tranquilo. Não é sinal de maturidade cair em provocação feita por fontes anônimas, via imprensa. Tenha certeza, quando eu quiser falar será em on”, declarou Wagner.

PREFEITO DIZ QUE EX GOVERNADOR RESPONDE POR CORRUPÇÃO



Foto: Roberto Viana/ Ag. Haack/ bahia.ba

Alvo de um pedido de investigação por suspeita de receber caixa 2 da Odebrecht, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), subiu o tom, nesta quinta-feira (20), ao reafirmar a sua inocência nos crimes investigados pela Operação Lava Jato.
Após o 1° Workshop Salvador Cidade Resiliente, na Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves, o gestor soteropolitano atacou diretamente o ex-governador e atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), para quem o inquérito atrapalharia os planos futuros do democrata, que estuda a possibilidade de disputar o Palácio de Ondina em 2018, segundo informações ventiladas na imprensa.
“Qual a moral que ele tem? Ele é acusado de corrupção. Eu não. Não tenho nada a ver com corrupção nem com a Lava Jato. Certo? O PT, sim, tem a ver com corrupção e com Lava Jato. Eles é que sabem tratar desse assunto”, afirmou.
Neto se irritou ainda ao comentar a tese de alguns aliados do governo, como o deputado federal Jorge Solla (PT), de que ele perdeu o discurso de “ética” após ser citado em delações de executivos e ex-executivos da empreiteira.
“Ele procurou saber de Rui Costa, do Jaques Wagner alguma coisa? Não. Não me meça pela régua deles. O PT é o partido mais corrupto do Brasil e não pode querer generalizar isso. Estou absolutamente tranquilo. Não sou acusado de corrupção. Não tenho nada a ver com Lava Jato e não me misturo, nem com Jorge Solla, nem com os partidários dele”, disse.
Em relação a Lucas Cardoso, apontado no depoimento do ex-superintendente da construtora, André Vital, como recebedor de verbas ilegais para o financiamento da sua campanha à prefeitura em 2012, ACM Neto admitiu conhecê-lo intimamente, mas negou que ele seja funcionário municipal. “Amigo meu de uma vida inteira. Não tem nenhum cargo público. Nunca foi [funcionário da prefeitura]”, declarou.
O prefeito nega ter recebido dinheiro da Odebrecht além das prestações apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites